Fecharclose

Dia da liberdade

“Partir é morrer
Como amar
É ganhar
E perder
Tu vieste em flor
Eu te desfolhei
Tu te deste em amor

Eu nada te dei
Em teu corpo, amor
Eu adormeci
Morri nele
E ao morrer

Renasci.”

 E depois do Adeus
Paulo de Carvalho

 

No final dos anos 70, mais precisamente a 25 de Abril de 1974, houve um ponto de viragem para a história e liberdade dos portugueses, esta revolução foi chamada de “Revolução dos Cravos” e procurava por fim a um regime autoritário. intitulado Novo estado.

Os oficiais militares todos reunidos decidiram acabar com a ditadura que o Salazar instalou no país em 1933 e que esteve sob o seu comando até 1968. Organizou-se um movimento para implementar o medo e ir totalmente contra os direitos humanos.

Assim, a população portuguesa aderiu ao Movimento das Forças Armadas e houve uma grande vitória contra os opressores, e com isso a instituição de um regime democrático e uma nova constituição portuguesa em 1976 que pôs fim a um regime que durou 48 anos.

O cravo vermelho tornou-se o símbolo desta revolução. Neste dia, distribuiram cravos vermelhos pela população que depois ofereceram aos soldados. Estes colocaram-nos nos canos das espingardas. Por isso, chama-se ao 25 de abril de 1974 a “Revolução dos Cravos”.

Fecharclose

Faça a sua pesquisa